Experiência de compra são palavras de ordem no mundo do varejo nos últimos tempos.

Isso significa que, na hora de optar por uma loja, o cliente considera cada vez mais os benefícios envolvidos no ato da compra.

Uma loja com ambiente agradável, criativa na prestação de serviços e entretenimento, tende a ter vantagem sobre a que mira somente a venda, como constatam pesquisas.

Mas é fato também que preço não deixa de ser fator importante na hora da escolha de uma loja.

Um em cada cinco dólares gastos por consumidores de seis países – Brasil, México, China, França, Espanha e Reino Unido – é com produtos em promoção.

É o que revela estudo da multinacional Kantar nestes seis mercados.

As promoções, de acordo com a Kantar, têm grande importância no crescimento global de empresas e marcas de bens de consumo.

Dentre os países analisados, o Brasil foi o que registrou o maior crescimento na importância de promoções, saltando de 10,7% em 2016 para 16,1% em 2018.

Este movimento foi impulsionado, principalmente, pela desaceleração econômica, que gerou um consumidor mais consciente de suas escolhas.

Com isso, o atacarejo se consolidou nos últimos anos. Em 2018, um em cada dois lares brasileiros comprou neste canal.

O e-commerce também apresentou performance positiva globalmente, crescendo 15% em 2018, de acordo com a Kantar.

Este rápido movimento criou um mercado altamente competitivo em termos de promoções, que agora representa mais de um terço (36,1%) do valor total gasto no comércio eletrônico.

Para Manuela Bastian, diretora de Expert Solutions da Kantar, a principal mudança na última década foi o aumento do uso da tecnologia em promoções, como os programas de fidelidade personalizados.

“Os compradores brasileiros, quando encontram ofertas relevantes, acabam consumindo mais no canal e tornam-se mais leais, inclusive aumentando seus gastos.”

Globalmente, os setores que mais realizam promoções são saúde e beleza e cuidados com o lar, e, especificamente no Brasil, o setor de laticínios.

O sucesso das promoções só é efetivo quando conseguem incentivar compras adicionais, as que não aconteceriam sem a ação promocional, de acordo com a Kantar.

“Muitas promoções acabam canibalizando ou antecipando compras que já aconteceriam de qualquer forma. A promoção eficiente é aquela que consegue gerar um volume incremental, seja via maior volume por visita ou via uma nova ocasião de compra”, diz Manuela.

 

Escrito por Fátima Fernandes

Jornalista especializada em economia, negócios e varejo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s