A pandemia do novo coronavírus mudou hábitos e desejos de consumo dos brasileiros.

Quem poderia imaginar, no início deste ano, que as vendas de notebooks, batedeiras e liquidificadores chegariam quase a dobrar de uma hora para outra em relação a 2019.

E que um setor que vinha mal das pernas desde 2015, o de eletrodomésticos, que inclui geladeiras, fogões e lavadoras, iria ganhar tanta relevância em 2020.

E foi exatamente isso o que aconteceu.

Veja matéria

Escrito por Fátima Fernandes

Jornalista especializada em economia, negócios e varejo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s