O nome é difícil de pronunciar, Breithaupt, mas não impediu que a família de origem alemã se tornasse uma das mais conhecidas de Jaraguá do Sul (SC) e cidades catarinenses.

Breithaupt já foi nome de supermercado e até de shopping center. Hoje, a família é dona de uma rede de material de construção com 12 lojas e de oito auto centers.

Depois de quase cem anos no varejo, iniciado em 1926 por Arthur Breithaupt, com uma pequena mercearia de secos e molhados, a família recorre à Justiça para manter o negócio.

Há cerca de dois meses, o grupo Breithaupt entrou com pedido de recuperação judicial por conta de uma dívida vencida de cerca de R$ 30 milhões, das quais 80% com fornecedores.

O plano de recuperação de dois anos já foi montado e está em poder da Justiça, que deve marcar uma assembleia com os credores para aprovação ou alterações de propostas.

“A empresa tem credibilidade, e os fornecedores estão apoiando o nosso negócio. O faturamento das lojas cresce mês a mês”, diz Bruno Breithaupt, 41 anos, presidente do grupo.

Veja matéria completa

Escrito por Fátima Fernandes

Jornalista especializada em economia, negócios e varejo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s