Com quase seis décadas, a Fascar, rede especializada em sapatos masculinos, se prepara para fechar cinco de suas 21 lojas em shopping centers até o final de março.

A MOB, rede com 37 lojas de roupas femininas, já fechou quatro nos últimos meses e, nesta semana, encerra a atividade da quinta loja no shopping Vila Olímpia, em São Paulo.

Esses dois casos ilustram o que está acontecendo no comércio em todo o país. Os lojistas que resistiram a 2020 começam este ano fazendo conta para ver se é possível manter o negócio.

“Os shoppings não estão dando abertura para negociar. É melhor fechar as lojas deficitárias do que trabalhar com prejuízo”, diz Rafael Borges de Souza, sócio da Fascar.

“A loja da Vila Olímpia está faturando 17% do valor de antes da pandemia do novo coronavírus. Não dá nem para pagar o custo”, afirma Ângelo Campos, sócio da MOB.

Veja matéria completa

Escrito por Fátima Fernandes

Jornalista especializada em economia, negócios e varejo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s