Se há um item no custo de um produto que o consumidor tem prestado cada vez mais atenção nos dias de hoje é o frete.

Com a expansão da venda online, o custo do transporte da mercadoria até a porta de casa chega a ser decisivo na hora do clique da compra, especialmente se for grátis.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, é exatamente o frete que tem tirado o sono dos empresários que atuam no transporte internacional de carga.

A paralisação dos negócios no mundo por três meses no ano passado acabou provocando atraso e encarecimento nos custos dos transportes jamais imaginados.

Com 25 anos, a Asia Shipping, uma das maiores empresas de transporte internacional de carga do mundo, informa que o preço do frete subiu cerca de 300%.

O custo para trazer um contêiner de 40 pés (12 metros) da Ásia para a América do Sul era de US$ 2 mil antes da pandemia. Hoje supera US$ 8 mil, informa.

O caminho contrário, isto é, os embarques do Brasil para o resto do mundo, por exemplo, segue a mesma tendência.

A exportação de um contêiner, que custava US$ 1,5 mil, em média, hoje sai por US$ 4 mil a US$ 5 mil para este trajeto.

Veja matéria completa

Escrito por Fátima Fernandes

Jornalista especializada em economia, negócios e varejo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s