A técnica antiga usada pelas sacoleiras de levar perfumes, bijuterias e roupas até a casa do cliente volta a ser explorada por grandes redes de varejo de um jeito diferente.

No mundo cada vez mais virtual, as sacoleiras não precisam mais ir às ruas sob sol forte e chuva para faturar.

Agora, dá para vender de qualquer cômodo da casa. Basta ter acesso a um computador ou a um smartphone.

Em meio à pandemia que apertou o orçamento das famílias, a rede Marisa se prepara para impulsionar o seu programa Sou Sócia, pensando justamente no poder das antigas sacoleiras.

Lançado em maio do ano passado, o seu mais novo canal de vendas já conta com cerca de 30 mil sócias em todo o país.

Com o lançamento de sua nova plataforma digital, previsto para o final deste mês e início de novembro, a rede tem a ambição de atingir 100 mil sócias muito brevemente.

A nova ferramenta, de acordo com Marcelo Pimentel, CEO da empresa, deve ser bem mais fácil de usar tanto pela vendedora como pela consumidora.

“Muitas das nossas clientes são provedoras primárias de suas casas. A ideia deste programa é ajudá-las a ter uma fonte de renda”, afirma ele.

Veja matéria completa

Escrito por Fátima Fernandes

Jornalista especializada em economia, negócios e varejo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s